Acessibilidade aos conteúdos

Com a consciência de que o nosso público é bastante abrangente, e porque queremos chegar a toda gente, trabalhamos arduamente para que os conteúdos que produzimos sejam inclusivos e acessíveis a todos.

ver mais


Neste âmbito, o GMC continua a promover proactivamente a adoção das melhores práticas internacionais no sector, nomeadamente no que diz respeito à acessibilidade, cumprindo a regulação aplicável à nossa atividade e indo mais além. A programação com suporte de língua gestual, com audiodescrição e com legendagem em teletexto têm vindo a ser reforçadas, cumprindo também o protocolo celebrado em 2003 entre o Governo e os operadores generalistas.

A política atual de classificação dos programas e que é comum às três televisões generalistas (RTP, SIC e TVI), por um acordo feito entre as três em 2006, baseia-se na definição de quatro limites de idade e baseado na análise de oito critérios, avaliados por comissões internas multidisciplinares de cada uma.

A criação desta política e adoção por parte das restantes televisões foi o resultado do reconhecimento positivo dos principais agentes do mercado televisivo ao sistema próprio de classificação dos programas, que a TVI criou para si em 2005. Sistema este, que compreendia cinco limites de idade em conjunto com recomendação parental, cujo rating também era definido internamente e baseado em oito critérios, e com os serviços noticiosos a serem precedidos por um aviso, destinado aos pais ou a outros adultos responsáveis pela educação de crianças, acerca de eventuais conteúdos de natureza violenta.

Este sistema comum tem sido mantido e melhorado pela TVI, do ponto de vista interno, de modo a melhorar a forma como os limites de programação são comunicados aos seus espetadores.

ver menos

Cap-23-25_cap-231-3
Cap-23-25_cap-231-4
Cap-23-25_cap-231-5
Cap-23-25_cap-231-6
  • I. Grupo Media Capital

    II. Criar Qualidade com Ética

    III. Valorizar as Pessoas

    IV. Proteger o Planeta

    V. Inovar no Digital